10 de junho de 2014

Livros de Verão

Para a maioria dos leitores, um livro de ficção é puro entretenimento, algo que não convida a pensar nas relações humanas, no jogo social e político, na passagem do tempo e nas contradições e misérias do nosso tempo, muito menos na linguagem, na forma que forja a narrativa. (Milton Hatoun, para o Estadão.)

Não é verão e faz tempo que li uma crônica do Estadão que falava exatamente sobre isso, mas um texto do SO CONTAGIOUS me fez lembrar uma crônica antiga tumblr do Mil Alices que falava exatamente sobre Livros de Verões.

Todas essas pessoas discutiam os grandes livros de ficção que pouco tem a dizer e carregam, ao mesmo tempo, milhões de leitores tem tudo a dizer sobre ele e seu legado da literatura.

Uma discussão recorrente é o papel da telenovela na vida do expectador. Pelo menos no Brasil, é um tema recorrente. E para mim o papel do livro, como romances ou YA, na vida das pessoas passa pela mesma problemática e argumentos infindáveis.

Sou daquele pessoal que é a favor da livre opinião e que tem certeza que gosto não se discute. Sabe aquele antiquíssimo comentário: ‘Eu desaprovo o que dizes, mas defenderei até a morte o seu direito de dizê-lo.’? É bem por ai.

Eu acredito fielmente na liberdade de cada um ler o que der na telha e ser Feliz fazendo isso! Eu sinto um ódio irracional quando olham torto para o livro que eu estou lendo: por que é velho ou porque é pesado, por que é modinha, porque não é modinha e porque eu não sei usar os porquês certos.

Livro tem o poder supremo de nos transportar para outros mundos, aumentar vocabulário, mostrar culturas, dividir ideais e guarda toda a mágica que computador nenhum será capaz de ter. E no fim, você faz o que quiser com ele (e com seu cérebro!).

Ignorante é aquele que não aceita que fulano leia Cinquenta Tons de Cinza, ou seja louco por A Culpa é das Estrelas ou que o livro favorito de ciclano seja Dostoiévski. O livro, em si e como objeto inanimado, não tem função alguma além de entretenimento e - hoje, não tanto – armazenamento de informações.

Verões vem e vão, músicas de carnaval vão e vem. Profissionais do Marketing vem e vão. A livre opção, a vontade de consumir cultura e a educação ficam. Talvez se D. H. Lawrence lançasse Lady Chatterley hoje, seria um excepcional Best Seller mulherzinha e a maioria dos críticos o classificaria com lixo massificado.

3 comentários:

  1. Acho que tudo seria muito mais fácil se as pessoas parassem de querer se auto-afirmar a partir daquilo que leem ou deixam de ler. Aliás, a única coisa que pior do que isso é usar gostos para afirmar os outros. Acho que a gente pode ler, ouvir e assistir o que quiser, o importante, de fato, é o que tiramos de cada uma dessas experiências. Mesmo que a gente não tire nada, porque nem tudo na vida precisa ter um significado profundo e metafísico - graças a Deus! :)

    ResponderExcluir
  2. Oi Lorena. Eu concordo com você, em diversos aspectos. Também acho que qualquer um tem o direito de ler o que quiser, e sinceramente sou incentivadora de leitura.

    Cada dia que passa percebo que as pessoas precisam ler mais, seja o que for. Exercita o cérebro, desenvolve a capacidade de pensar, consegue falar sobre algum assunto, qualquer que seja ele, e de quebra ainda melhora o vocabulário.

    O Brasil seria mais lindo se todos entendessem a importância da leitura.

    :**

    ResponderExcluir
  3. Em mais um post sobre memes literários recebo um comentário que a pessoa iria comprar o tal livro que é "o livro que eu indicaria para todo mundo..." respondi que fiquei feliz por ela ter comprado aquele livro... hoje em dia a minha resposta seria: que bom que você esta lendo um livro independente de eu ter indicado ou não acho que a leitura como toda a arte deve ser feita com prazer... não uma obrigação para se encaixar em algum padrão.

    ResponderExcluir

Visito todos que comentam, caso o link de retorno não esteja funcionando pode anexa-lo no fim do comentário. Sem SPAM, por favor.


Pulando as interjeições...
Solte o verbo, os pronomes, adjetivos e substantivos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...