2 de março de 2013

Razão de ser

"Escrevo. E pronto.
Escrevo porque preciso
preciso porque estou tonto.
Ninguém tem nada com isso.
Escrevo porque amanhece.
E as estrelas lá no céu
Lembram letras no papel,
Quando o poema me anoitece.
A aranha tece teias.
O peixe beija e morde o que vê.
Eu escrevo apenas.
Tem que ter por quê?"

 - Paulo Leminski

Não conheço Paulo Leminski. Nunca li e não sei nada além do que o resumo da Wikipédia diz. A questão é que vi um outro poema lindo - completamente ao acaso -, fiquei encantada e preciso saber mais dele.

Quem tem algumas dicas para mim? Uma biografia bacana e curtinha, sugestão dos livros deles... enfim, comenta ai. Eu agradeço e, bem, vai servir para um capítulo de Coragem :)

Um comentário:

  1. Oiee Mil Alices, sigo o seu blog a um tempo, acho ele super interessante.
    Tb tenho o meu blog...www.feelingsforbabi.blogspot.com
    Se gostar, pode seguir.
    Queria uma ajudinha pra dar um up nele. Poderia me ajudar?
    abração e mais sucesso no blog.

    ResponderExcluir

Visito todos que comentam, caso o link de retorno não esteja funcionando pode anexa-lo no fim do comentário. Sem SPAM, por favor.


Pulando as interjeições...
Solte o verbo, os pronomes, adjetivos e substantivos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...