4 de setembro de 2012

E nóis grevando

Foto: Facebook
Não sou do tipo que bate altos papos sobre política, por que sempre tem aquele cara que não sabe de nada e quer dá uma de PHD em política aplicada, formado por Harvard. E nisso vale a máxima: "Nunca discuta com um ignorante, ele te rebaixa ao nível dele e vence por experiência". 

Mesmo assim, cá estou. Cento e tantos dias em casa, nenhum sinal de fim da greve na minha universidade, a cidade se enchendo de obras (ano de eleição), eventos internacionais a caminho e eleição em, acho que, um mês e meio. A pergunta é Tem como ficar pior?

Somos a sexta economia do mundo; 88° país em educação; 72° no ranking da OMS em gastos com saúde. Somos o país do futebol, onde mais de 5000 pessoas foram presas por tráfico, só no primeiro semestre de 2012 e só na capital do país.

Pior do que está fica, e fica sim! Esse ano é tempo de promessas, de tirar obras do papel e acusar Deus e o mundo e fingir que "não foi no meu governo". E cadê suas propostas, querido candidato? Sabe uma coisa que eu nunca vi comentarem e sempre me pergunto:

Por que um senador que ganha - legalmente - 26,7 mil reais, se candidata ao cargo de prefeito para ganhar 17,1 mil reais*?

Não venha dizer que é pelo bem do povo, por que não. Não é. 

Indignação é como tudo no Brasil acaba em festa, como o país tem rios de dinheiro para a Copa do Mundo, para emprestar a Europa, para as Olímpiadas e o diabo a quatro, mas não pode negociar salário com a categoria grevista, de qualquer ramo, por causa da "crise".

Não ponho a culpa das greves, nos grevistas. Coloco exclusivamente no governo. Por que nenhum político, tenho certeza, teve aula cancelada por causa da chuva ou por causa de assaltos no campus. Nenhum filho de político deixou de ter aula por que não tinha cadeira para sentar, por que não tinha mídia na sala ou por que o professor não apareceu.

Bem verdade que nem metade dos caras que estão sentados no ar condicionado em Brasília teve que enfrentar vestibular, encarrar ônibus lotado; provavelmente têm segurança particular, plano de saúde caríssimos e dirigem carros blindados. E quando a filha de ministro é sequestrada, a Força Nacional vai para as ruas... muito bem, continuemos tapando o sol com uma peneira.

E enquanto isso, vamos maquiando a casa para receber o mundo. Fingimos que passear na favela é chic, ninguém vê o turismo sexual e os mendigos serão temporariamente recolhidos a abrigos. Aliás, as escolas estarão fechadas durante a copa para os gringos se encantarem com o menininhos jogando capoeira e batendo um baba na pracinha. 

Sabe qual é o problema de tudo isso? Que ninguém levanta a bunda da cadeira para reclamar de nada. Ninguém se dá ao trabalho de pensar na merda que é nossa política. E no fundo, merecemos a doutrinação que recebemos. Por que brasileiro se acostumou a aceitar migalhas, desde que Cabral chegou por aqui.

*Salário em Aracaju. Fonte

11 comentários:

  1. A maioria das pessoas hoje em dia leva política como lado A vs lado B, bem como uma partida de futebol. Não estão ligando para o que pode acontecer no futuro após as eleições, porque apenas querem que seus candidatos ganhem.

    A minoria que reclama seus direitos e também os direitos dos que não reclamam, não é ouvida. Infelizmente.

    ResponderExcluir
  2. É lamentável, mas dar educação ao brasileiro não gera lucro, porque se nos tornamos seres pensantes vamos questionar e isso é justamente o que eles não querem, quanto mais ignorantes fomos, mais dinheiro e benefícios que são de nossos direito, eles vão tirar. E brasileiro tem a incrível capacidade de discutir sobre futebol e se calar quando é para falar de politica.


    Só para avisar sobre o sorteio, eu desisti de fazer parceria com a loja e então deletei a publicação sobre o sorteio mas, ele era um unico prêmio para todos os blogs parceiros, então continua valendo e como tu curtiu a página da loja no facebook, por lá dá para tu ver o resultado viu. :)

    ResponderExcluir
  3. Minha cidade é movida por política como vi em poucas. Uma das mais ricas do país, diga-se de passagem, fruto da sua grande fonte e produção petrolífera. Tão mal governada há décadas pela mesma corja familiar, é como se não houvesse governo algum. A cidade cresce em número populacional e apenas isso. Perdi anos acadêmicos, por terem desviado a verba pra levantar a Federal que hoje caminha à passos lentos e mau administrados. Já chorei sangue por isso.

    Há 8 anos tentamos desbancar o governo atual, mas o povo é tão ignorante e acomodado que não é capaz de enxergar além do saco de cimento ou da pilha de tijolos recebidos em ano eleitoral.

    Mesquinho é o nome do que o país tem vivido em relação à greve nas Universidades. Tenho vivido isso de perto e, já sem fôlego, sinto náusea e um cansaço absurdo diante do descaso com que o assunto é tratado.
    As atitudes que levaram a justificativa "Não temos verba pra educação" são o mesmo que enfiar sujeira pra debaixo do tapete quando chega visita em casa.

    Espero mesmo que os cara pintadas nos levantemos em meio a todo estardalhaço que acompanhará os eventos esportivos futuros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sou tão politizada a tal ponto, Thamy!

      Mas, concordo que o Brasil ainda tem esse pensamento provinciano de que eleição ainda é capitania hereditária. E sabe do que? Quem tá no poder não investe em educação, justamente para que as pessoas não percam essa mentalidade.

      ¬¬'

      Excluir
  4. Esse texto foi um tapa na cara. Apesar de não estudar nas federais, acompanho vários blogs de pessoas que estudam em uma, então, sei mais ou menos o que está acontecendo. Realmente é uma palhaçada que estão fazendo, não é culpa dos grevistas, eles estão lutando pelos seus direitos. Só espero que os políticos se toquem e percebam que o Brasil só cresce se tiver educação de qualidade. Até lá, só vamos ter mais idiotas no poder.

    ResponderExcluir
  5. Política é um nojo. Mas também temos que pensar por outro lado. Nós que os elegemos então nós devemos cobrar. Bem o que você disse no final, devemos levantar a nossa voz. Engraçado é que na hora de fazer marcha das vadias, marcha das maconhas, marcha de não-sei-mais-o-que (que seja divertido) todos fazem. E porque não levar a sério a política? é uma coisa que quase ninguém gosta e tenta fugir o máximo, mas essa é uma situação alarmante!
    Bem, eu acho que o Brasil E o mundo tá uma merda do jeito que tá e a tendência é piorar. Não sou pessimista, é apenas a minha opinião. Por mais que algumas pessoas se esforcem para fazer o contrário, achar uma saída pra isso tudo, não adianta, não somos nós que controlamos as coisas. Eles controlam. Os que estão no poder. E não olham para nós, eles estão bem, né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Ana! É aquela velha história de que no Brasil tudo acaba em festa! =/

      Excluir
  6. Por aqui essa greve também tá dando o que falar. Não deu tempo nem de eu terminar meu primeiro semestre e BOOM! Essa palhaçada começou u.u E o governo fica sambando na cara do povo.
    Gostei daqui. Visita-me?
    ;*

    ResponderExcluir
  7. Lorena, insustentável essa questão da greve, não é? Sinto-me completamente perdida e desmotivada, entristecida com a situação que chegamos, e em que ponto estamos. O pior (não sei se 'pior' é a palavra certa, mas enfim) é que os grevistas em si não têm culpa, pois eles não lutam somente pelos direitos deles, mas no que diz respeito a todos nós, também.

    O Governo ainda tem muito o que amadurecer para saber lidar com questões que vão além. É frustrante ver que hoje qualquer um se candidata sem propostas plausíveis, e que por deboche a população ainda insiste em eleger candidatos desqualificados... enfim, e depois ainda querem reclamar. Lamentável...

    Um abraço!
    http://universoliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Belas palavras Lorena.
    Eu imagino como vcs (estudantes) se sentem por causa da porcaria do governo!
    Acho uma falta de respeito e consideracao com os professores e dps com todos vcs.

    Se nao fosse o governo, o Brasil estaria bem a frente de onde esta hj.
    E adorei o que vc disse sobre "maquiar" o pais pros gringos; da mta revolta viu.. aff

    Eu espero que esse problema da greve resolva logo! forca amiga :~

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Nem me fale nesse assunto... TANTA coisa errada nesta educação que óh, já estou surtando. Minhas aulas vão até 16 de janeiro, tem muitos setores da faculdade que não estão funcionando e o governo nem aí... Sério, até quando isso tudo?


    Beijo grande :*

    ResponderExcluir

Visito todos que comentam, caso o link de retorno não esteja funcionando pode anexa-lo no fim do comentário. Sem SPAM, por favor.


Pulando as interjeições...
Solte o verbo, os pronomes, adjetivos e substantivos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...