17 de agosto de 2012

Peter Pan


Pezinhos da Yasmin. Fotografados pela Bianca, do Two Bee.


A gente passa os primeiros 15 anos da vida querendo crescer e depois daria tudo para voltar uns 10 anos, ao menos.


Eu fico aqui pensando o quão mais fácil seria minha vida se eu tivesse um marido rico, se eu não tivesse que pegar dois ônibus para qualquer lugar que eu vá nessa cidade ou se eu voltasse a ter 5 anos de idade.

Então, eu lembro que cinco anos atrás eu não saia sozinha a noite; meus amigos não tinham nem carro, nem habilitação para me dar carona; e eu tinha que enrolar o laterninha do cinema para assisti os filmes que eu queria.

Eu cresci e isso, quando eu não estou no limite, é delicioso. Ter seu próprio dinheiro, chegar tarde em casa, não ser barrado na entrada do cinema e beber uma taça de vinho são privilégios que eu não abro a mão!

Crescer dói, de verdade. Ter hora para acordar e não ter hora para dormir é um saco. Ter mil livros para ler e não ter tempo, não saber a programação da televisão de cor é uma merda! Mas, talvez um dia isso valha a pena. E se não valer... não, Eu faço valer.

Resumindo a ópera, há alguns dias tenho uma mesa, uma gaveta, um computador e bato ponto. Agora tento conciliar estágio, duas faculdades (administração e jornalismo), blog, fanfic, Coragem, coluna no It cultura e alguma vida social/pessoal entre essas vírgulas.

Por enquanto, uma universidade está em Greve e a outra trancada até Janeiro. Por enquanto, tenho pouca coisa para fazer no estágio. E até segunda ordem, estamos funcionando normalmente 24 horas por dia.

7 comentários:

  1. Oi Lorena, estou começando um novo blog, o [http://sonhosdacalifornia.blogspot.com.br/], e estou excluído o amor em breve, por favor siga o novo blog! Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Quanta coisa você faz! Com certeza será uma mulher de muito sucesso, heim?

    ResponderExcluir
  3. Ahhh estou muito feliz por você! õ/
    Também consegui um estágio! Isso é demais né?! hahaha
    As vezes olho pra minha irmãzinha de 4 aninhos, voltando da aula com uma bola de
    massinha e lembro do quanto era bom esse tempo! O tempo que não tínhamos responsabilidade nenhuma e nossa única obrigação era fazer tarefas do tipo "ligue os pontos" "pinte o desenho" ou "coma toda sua comida ou vai ficar sem sobremesa"...hahahha
    Mas como você mesma disse, crescer também tem lá suas vantagens...As saídas, o dinheiro, o poder da escolha (que muitas vezes é assustador), o batom vermelho, o vinho (hummm)....

    PS:eu não podia usar batom vermelho quando era criança...- e agora que posso, nunca usei! Vá entender!-

    Então, um brinde a nossa vida adulta Lorena! Que a gente faça valer a pena cada ano que tivemos que esperar! hahahaha

    Um beijo enorme e boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um brinde a nossa vida adulta, Thu!
      Engraçado, penso a mesma coisa com meu irmão de 7 aninhos.

      Ah, eu não podia usar maquiagem tbm não. Hoje eu adoro batom vermelho, coral, dourado. Uso sempre!

      Beijo!

      Excluir
  4. Haa.. eu não volto não! :P
    Mesmo com todas as vantagens, acho que minha vontade de andar pra frente é maior.. de passar por mais coisa, mais momentos difíceis também, sair de casa, ter independência financeira.

    Lembro da infância e da adolescência com nostalgia, mas não tenho vontade de sair de onde estou agora. Acho bom o sentimento de estar lutando por algo mais a frente. :)

    A foto ilustrou bem o texto! Adorei vê-la por aqui! ^^
    ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Penso no futuro tbm, mas as vezes tenho a sensação de que faltou fazer alguma coisa.. sabe?

      Enfim, como disse, as vantagens são excepcionais!

      Beijo.

      Excluir

Visito todos que comentam, caso o link de retorno não esteja funcionando pode anexa-lo no fim do comentário. Sem SPAM, por favor.


Pulando as interjeições...
Solte o verbo, os pronomes, adjetivos e substantivos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...